Converge Comunicações -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Tempo gasto em smartphones e tablets mantém crescimento acima de 50% nos EUA

Postado em: 28/11/2012, às 14:05 por Ana Lúcia Moura Fé

Os consumidores adultos nos Estados Unidos ainda passam o dobro do tempo no desktop, mas o período de tempo que despendem em dispositivos móveis, em especial smartphones e tablets, cresce a taxas 14 vezes maiores, é o que mostram os dados e projeções da empresa de pesquisa e consultoria eMarketer.

De acordo com os analistas da eMarketer, os dois meios (mobile e online)  podem alcançar a paridade nesse quesito dentro de poucos anos, se ambos mantiverem trajetória consistente.

A consultoria informa que a Net Marketshare, especializada em análise de web, calculou em 10,3% a participação do tráfego móvel em relação ao tráfego global de navegação, em outubro de 2012.

Esta foi primeira vez que o segmento móvel superou 10% de toda a navegação calculada por aquela empresa, mas a eMarketer acrescenta que o avanço pode ter sido ainda maior, uma vez que a amostra da Net Marketshare não considera dados de aplicativos, como mapas.

O quadro abaixo mostra o crescimento do tempo médio gasto por dia com grandes meios de comunicação por parte dos adultos norte-americanos.

Os dados mostram que o tempo gasto em dispositivos móveis (sem incluir comunicação de voz) cresceu acima de 50% nos últimos três anos, devendo atingir 51,9% este ano. Isso representa 14 vezes a expansão do tempo gasto no meio online (desktop), que aumentou 3,8% em 2011, percentual que deverá ser menor este ano, em torno de 1,5%.

No que se refere aos meios TV e rádio, as taxas indicam crescimento pequeno e em constante queda do tempo despendido pelos adultos.

Já no âmbito das mídias impressas (jornais e revistas), mantém-se a tendência de redução expressiva do  tempo que lhes dedicam os leitores. A queda foi de 12% em 2011, e deve chegar a 13,6% em 2012.

 

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top