Converge Comunicações -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Campanha estimula denúncias contra pirataria de software

Postado em: 03/06/2015, às 11:33 por Redação

A Associação Brasileira das Empresas de Software (ABES),  entidade representativa do setor de softwares do Brasil, e a BSA – The Software Alliance, organização defensora do segmento global de softwares perante governos e o mercado internacional, lançaram uma campanha na internet pela defesa da propriedade intelectual e diminuição do uso e venda de software em situação irregular no país. Toda ação foi criada pela 4Buzz, agência de marketing digital que une inteligência, branding e performance.

Com o mote "Seja a diferença, denuncie", a campanha visa estimular a livre denúncia contra a pirataria no setor de informática, com o uso e venda irresponsável de softwares irregulares por parte das empresas. As ações se dão no contexto do lançamento dos portais www.denunciepirataria.org.br e www.empreendedorlegal.org.br, que oferecem canais seguros de denúncia voluntária.

"A abordagem da campanha pretende chamar a atenção sobre a responsabilidade de cada pessoa diante de situações em que ela costuma se calar ou deliberadamente se omitir", afirma Rodrigo Vanzan, CEO da 4Buzz. "As imagens visam incomodar o usuário que se conforma diante da prática criminosa e engajá-lo a agir de forma diferente, contribuindo para educar as empresas que naturalizaram o mal hábito de baixar softwares não autorizados", explica.

Segundo levantamento conduzido pela BSA, até 2013 pelo menos 43% dos programas de software instalados em computadores no mundo não eram licenciados. De acordo com a instituição, esse quadro gera uma sensação de insegurança cibernética por conta das vulnerabilidades associadas ao uso de software ilegíAbestimo.

Pela estratégia da campanha antipirataria, a 4Buzz irá distribuir na internet imagens em que pessoas anônimas se autocensuram com as mãos sobre os olhos ou a boca. As mãos, no entanto, aparecem com uma textura transparente, numa sugestão de que sempre há o poder de escolha para não se deixar cegar ou calar. Numa quarta imagem, uma pessoa simula, com as mãos também transparentes, fantasiar-se de palhaço. "Não pague pelo jeitinho do outro", adverte a legenda.

A campanha mira donos de empresas, profissionais da área de TI, de finanças e de direito, além de revendas de software e empreendedores. Além disso, a estratégia também inclui ações de remarketing com foco em usuários já impactados em ações recentes das marcas ABES e BSA ou que já tenham interagido com conteúdos relacionados à regularização de licenças e denúncias envolvendo o uso ilegal de software em empresas de terceiros.

Tags: , , ,

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top