Converge Comunicações -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Plataforma de comércio eletrônico B2B promove agronegócio internacional

Postado em: 20/01/2016, às 19:22 por Redação

Os produtores do agronegócio, inclusive agricultura familiar, e a rede de distribuição e aquisição de produtos podem, sem intermediários, utilizar plataforma Agroplace como canal de e-commerce B2B exclusivo para a cadeira de abastecimento de alimentos e bebidas.

A lista atual de produtos engloba em 16 categorias principais e diversas subcategorias para facilitar a oferta e a busca de produtos de apicultura, bebidas, cereais e grãos, charcutaria, condimentos, lácteos, ovos, fibras, peixes e mariscos, frutas, legumes, carnes, verduras, ete – tudo com descrições e especificações detalhadas.

"Nossa meta principal é o mercado livre da União Europeia, as Américas e o Brasil", revela Luis Anderson, CEO da empresa, cuja sede oficial fica em Londres, escritório de operações na Espanha e área de tecnologia no Rio de Janeiro. A plataforma, hospedada na nuvem da Amazon, está disponível em português, inglês e espanhol, e em breve, novas línguas serão acrescentadas.

Os negócios são sempre realizados no atacado e debitados no cartão de crédito ou débito do comprador, e em Reais para o cliente brasileiro. A plataforma cobra 1% do valor anunciado sem nenhuma outra taxa, inclusive na divulgação dos produtos. Utiliza o Comercia Global Payments que possibilita cobrar as comissões nas moedas locais de praticamente todos os países.

Anderson explica que o projeto começou faz seis meses, e que no momento estão negociando com Fintechs londrinas acordos para seguros internacionais de exportação e de taxas de câmbio reduzidas para os clientes.

Depois de concluídas a operação de compra e venda, Agroplace notifica ambas as partes da execução da venda e envia por email todos os dados da transação para ambos inclusive seus detalhes empresariais. Quem emite a nota fiscal de venda é o vendedor.

Nesta fase de pré-lançamento ele tem 700 empresas cadastradas e conquistou seis clientes no Vietnã e dois na África. O site pode ser acessado também por tabletes e qualquer dispositivo móvel.

"O projeto foi concebido pensando na necessidade de aproximação e redução de custos de marketing e logística de produtores e pontos de venda de todo o mundo", finaliza.

Tags: , , , , ,

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top